1 – Na sua concepção, o que é mensagem subliminar?

Nossa mente vive sendo bombardeada com milhares de finformações vindas tanto do interior quanto do exterior, através dos 5 sentidos.

Nossos órgãos dos sentidos são ludibriados a todo instante.  Muitas informações passam, por exemplo, em imagens, que estão situadas em um ângulo de visão periférico a um motorista que está dirigindo  por uma rua cheia de lojas.  As vitrinas, lojas, pessoas, embora não estejam sendo focadas na visão deste motorista, são captadas pelos órgãos de sentido e transmitidos ao inconsciente, que é a região da mente responsável pela memória.

Uma mensagem subliminar pode ser qualquer coisa que é captada pelos nossos sentidos sem que nos demos conta do ocorrido.

 

2 – Direto para o cérebro. Como funciona isso na cabeça de um ser humano?

É engraçado as pessoas associarem mente com cérebro. O cérebro é apenas uma ferramenta física, como o hardware de seu computador, o disco rígido. As idéias, mensagens, imagens, etc são como o software e informações codificadas que armazenamos neste disco rígido.  Com a mente, ainda é mais ainda complicado, pois a mente é na verdade equivalente a um CLOUD de informação, como na informática. A informação não está guardada no seu disco ou no seu computador, mas sim em uma rede que chamamos de CLOUD ou nuvem,  O mesmo acontece conosco.  Sabe-se que a região frontal do cérebro é responsável pela captação e transmissão da memória, mas não seria possível armazenar os trilhões de informações que recebemos diariamente neste pequeno órgão. Portanto, temos que imaginar a parte frontal do cérebro como um imenso receptor e transmissor de informação, como um grande rádio ou emissora de TV.

 

3 – Como este conceito entra para o seu trabalho propriamente?

O psicanalista trabalha basicamente com o inconsciente. É aí onde todas as informações são armazenadas, sejam as que conscientemente guardamos como as que por diversas razões jogamos ali sem nos darmos conta. As mensagens subliminares e informações captadas pelos órgãos dos sentidos também estão ali armazenadas.

Por exemplo, é muito comum que pessoas que cruzam nosso dia-a-dia no trem, ônibus ou metro e que nunca conversamos ou fixamos o olhar sejam consideradas como muito familiares ao se encontrarem em uma festa ou reunião de amigos.  Esse tipo de informação nos é útil para ajudar os clientes ou pacientes a encontrarem a origem de seus traumas, neuroses, pânicos, fobias, etc.

 

4 – Quanto espaço, em porcentagem mais ou menos pra dar uma ideia, este conceito faz parte do seu trabalho?

O inconsciente para nós, psicanalistas, é tudo!!  Usamos 100% do tempo de escuta analítica o que se passa no inconsciente do indivíduo, seja através de sonhos, símbolos, atos falhos, lapsos e desvios de linguagem.

 

5 – Você se baseia em algum estudo/linha que comprova os efeitos e consequências na vida das pessoas? Pode citar o estudo ou a pesquisa?

Freud é o maior exemplo. Ele é o descobridor do inconsciente e o maior estudioso que se conheceu sobre esses temas.  Sua obra, em 23 volumes pode nos dar informações maravilhosas sobre esse e outros mecanismos do inconsciente.

 

6 – Como ocorre o processo de percepção e quais são as perspectivas da percepção

Como já citei na primeira questão, a percepção dessas informações ocorre após a tomada de consciência das mesmas, seja no processo de armazenamento efetuado pelo subconsciente.  Todas as informações recebidas durante o dia são trabalhadas e armazenadas em nosso inconsciente através de um algorítimo que é a associação ou ainda a formação de sinapses.

 

7 – Se puder, me indique um bom site para ler boas informações a respeito do assunto.

Algo para se começar a investigar pode ser encontrado neste endereço da web:  http://super.abril.com.br/ciencia/o-mundo-secreto-do-inconsciente

Ou ainda neste aqui  https://psicologado.com/abordagens/psicanalise/o-inconsciente

É interessante ler a obra de Freud e também a de Jung, onde o conceito de inconscientee é ampliado para o coletivo, onde podemos transmitir e receber informações disponíveis por todo o universo, na troca de informações entre as pessoas

 

Texto Cedido por Mauro Gertner